SABIA QUE… NASCEU UMA NOVA EDITORA INTEIRAMENTE DEDICADA À EDUCAÇÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES ESPECIAIS?

0

COLEÇÃO AVALIAR PARA INTERVIR

 

A coleção AVALIAR PARA INTERVIR pretende munir os educadores e professores com um manancial de instrumentos e técnicas de avaliação que lhes permita recolher informação pertinente à elaboração de programações educativas eficazes para os alunos com necessidades especiais. Assim, ela propõe-se apresentar uma série de instrumentos que permita, não só identificar esses alunos, como também, através de observações e avaliações cuidadas, fazer a ligação entre os resultados obtidos pelos alunos com o conjunto de estratégias educacionais requeridas para o seu sucesso educativo.

_____________________________________________________________________________

PRIMEIRO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DA COLEÇÃO/SINOPSE

A ESCALA PARA A IDENTIFICAÇÃO DE DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM (EIDA) é um instrumento de avaliação individual informal, composto por um conjunto de itens elaborados de acordo com os resultados da investigação mais recente, da literatura teórico-prática existente e da experiência do autor no campo das dificuldades de aprendizagem, desenhado para que um educador ou professor possa recolher informação que lhe possibilite a identificação precoce de um aluno com possíveis dificuldades de aprendizagem (no caso dos educadores, a informação recolhida pode-lhes permitir reunir um conjunto de indicadores preditores de provável insucesso escolar futuro) e, a partir dessa identificação, elaborar uma programação eficaz que vá de encontro às suas capacidades e necessidades. A EIDA, embora não tenha sido criada para esse fim, pode ainda ser útil na identificação de problemas de aprendizagem em alunos que estejam a experimentar insucesso escolar. Em suma, a EIDA pretende, de uma forma simples e prática, responder às muitas questões que os educadores e professores têm acerca da identificação, avaliação e programação para alunos com dificuldades de aprendizagem, permitindo-lhes recolher dados nas seguintes áreas de processamento de informação:

  • Processamento Linguístico
  • Processamento Auditivo
  • Processamento Visual
  • Processamento Visual-Motor
  • Processamento Motor
  • Processamento Matemático
  • Processamento Socioemocional.

 

A EIDA pode ainda ser usada para familiarizar os alunos dos cursos de Ensino, Educação e Educação Especial para que, mais tarde, se vierem a desempenhar funções docentes, não encontrem dificuldades na sua utilização e, simultaneamente, disponham de um instrumento que lhes permita identificar precocemente alunos com dificuldades de aprendizagem e, consequentemente, promover o seu sucesso académico e socioemocional.

www.floraeditora.com

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Partilhe!

Comentários encerrados