Sobredotação

0

As crianças e adolescentes sobredotados são aqueles identificados por pessoas qualificadas profissionalmente que, devido a um conjunto de aptidões excecionais, são capazes de atingir um alto rendimento. Essas crianças e adolescentes requerem programas e/ou serviços educativos específicos, diferentes daqueles que os programas escolares normais proporcionam, para que lhes seja possível maximizar o seu potencial no sentido de virem a prestar uma contribuição significativa, quer em relação a si mesmos, quer em relação à sociedade em que se inserem.

Embora as crianças e adolescentes capazes de realizações superiores possam não vir a demonstrá-lo, elas geralmente possuem uma potencialidade elevada em uma ou mais das áreas seguintes:

  • Capacidade intelectual geral
  • Aptidão académica específica
  • Pensamento criativo ou produtivo
  • Capacidade de liderança
  • Artes visuais ou representativas
  • Capacidade psicomotora.

Assim, a sobredotação deve congregar pelo menos 3 elementos essenciais:

  • uma capacidade mental superior à média;
  • uma grande força de vontade traduzida por um superior envolvimento na tarefa (motivação);
  • uma capacidade criativa elevada que permita ao indivíduo produzir, visualizar, dramatizar ou ilustrar superiormente uma ideia.

 

Deste modo, segundo o professor Renzulli, “Os alunos sobredotados são aqueles que possuem uma capacidade intelectual significativamente acima da média, níveis superiores de criatividade e um nível elevado de motivação que leva a um desempenho excecional de tarefas, conduzido por uma persistência continuada.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone
Partilhe!

Comentários encerrados